TelasAmigas participará no I Encontro Internacional sobre o Uso de Tecnologias da Informação por Crianças e Adolescentes/Jovens Adultos

esee-mundo-digital-evento-internacional-uso-seguro-internet-rio-de-janeiro-2012-04-w640

TelasAmigas foi convidada a participar no evento que nos próximos dias 19 e 20 de abril acontecerá em Rio de Janeiro com o nome de E.S.S.E. MUNDO DIGITAL e no que serão apresentados por especialistas nacionais e internacionais temas como o tecnoestresse e dependência à internet; Cyberbullying, sexting e grooming; Abusos, pornografia, pedofilia e exploração sexual; Escola e educação digital; Problemas médicos, benefícios e usos terapêuticos; Cybercrimes; Redes sociais; Rede Universitária de Telemedicina; Direitos humanos e segurança na internet; Ética e valores na era digital.

A conferência de abertura será feita em videoconferência com a participação do Dr. Michael Rich da Universidade de Harvard, no auditório do evento no Colégio Brasileiro de Cirurgiões no Rio de Janeiro, e da Dra. Regina Ungerer da Organização Mundial de Saúde, direto de Genebra.

Público-alvo: Profissionais das áreas de saúde, educação, tecnologias da informação e comunicação, direito e outros interessados, inclusive universitários.

O Encontro abrirá espaço para exposição de Posters sobre temas pertinentes ao evento e conta com Tradução simultânea.

Inscrições: desde 27/12/2011 até 10/04/2012 no site www.essemundodigital.com.br

Comissão Organizadora

  • Presidente: Dra. Evelyn Eisenstein (Faculdade de Ciências Médicas/UERJ, RJ e CEIIAS)
  • Vice-Presidente: Dra. Susana Graciela Bruno Estefenon (Instituto do Jovem, Projeto Saúde da Geração Digital)
  • Consultora: Dra. Lucia Abelha Lima (IESC/UFRJ)
  • Consultora: Dra. Suzy Santana Cavalcanti (Faculdade de Medicina/UFBA)
  • Secretária Executiva : Sra. Zairine Vianna Freire (CEIIAS e Mafreei Eventos)

Comissão Editorial/Científica

  • Dr. Luiz Ary Messina (Rede Universitária de Telemedicina/Rede Nacional de Ensino e Pesquisa –
    RUTE-RNP)
  • Dr. Cristiano Ricardo Faedo Nabuco de Abreu (Faculdade de Medicina/USP)
  • Dra. Alexandra Maria Vieira Monteiro (Núcleo de Telessaúde do Estado do Rio de Janeiro- Programa
    Telessaúde Brasil)
  • Dra. Lucia Cavalcanti de A. Williams (Laboratório de Análise e Prevenção da Violência – LAPREV-UFSCAR)
  • Dra. Solange Duarte Palma (Laboratório de Estudos em Ética nos Meios Eletrônicos –LEEME da Universidade Mackenzie)

Programa preliminar

Dia 19/04/2012

  • 08:00 às 09:00: Credenciamento
  • 09:00 às 10:30: Abertura e Composição da Mesa. Apresentação do Evento.
    Conferência: Sociedade Globalizada e Mídia Digital
    • Presidente: Dra. Evelyn Eisenstein
    • Dr. Michael Rich (Univ. de Harvard, USA)
    • Dra. Regina Ungerer (Organização Mundial de Saúde) direto de Genebra por Videoconferência
  • 10:30 às 10:50: Coffee Break
  • 10:50 às 12:20: Mesa Redonda: Comportamento, Sexualidade e Estilo de Vida na Era Digital
    • Cyberbullying: Pesquisa e Intervenção
      Dra. Lucia Williams (LAPREV-UFSCAR, SP, Brasil)
    • Violência na rede
      Sr. Cajetan Luna (Center for Health Justice, Los Angeles/USA)
    • Privacidade, Sexting e Grooming
      Sr. Jorge Flores (Pantallas Amigas, Espanha)
  • 12:20 às 14:00: Almoço
  • 14:00 às 15:30: Mesa Redonda: Saúde Mental e Riscos Psiquiátricos
    • Dependência do Uso da Internet
      Dra. Kimberly Young (Univ. de Pittsburg, USA)
    • Dependência de celular: um novo transtorno
      Dr. Cristiano Nabuco (USP, SP, Brasil)
    • Outros riscos psiquiátricos e da saúde mental
      Dr. Marco Antonio Chaves Gama (MG, Brasil)
  • 15:30 às 15:45: Coffee Break
  • 15:45 às 17:30: Mesa Redonda: Aspectos Positivos e Benefícios do Uso das TICS para Crianças e Adolescentes
    • Presidente: Almir Neves (UFCE – SIG-RUTE, CE, Brasil)
    • Rede Universitária de Telemedicina
      Dr. Luiz Ary Messina (RUTE-RNP, Brasil)
    • Conectando o Brasil através do SIG de Crianças e Adolescentes
      Dr. João Amaral (UFCE – SIG-RUTE, CE, Brasil)
    • Redes Sociais – A Inteligência Coletiva
      Dra. Vera Maria Moreira (Rede Criança e Paz, RJ, Brasil)
  • 17:30 às 18:45: Mesa Redonda: Educação e a Escola na Era Digital
    • A Escola na Era Digital
      Profa. Patrícia Konder Lins e Silva (Escola Parque, RJ, Brasil)
    • Animação, Sociedade e Novas Mídias Sociais
      Profa. Claudia Bolshaw (PUC, RJ, Brasil)
    • Adestramento ou pedagogia digital
      Prof. Luiz Barco (USP, SP, Brasil)

Dia 20/04/2012

  • 09:00 às 10:30: Conferencias:
    • A Ética, a Escola e a Formação da Cidadania Digital
      Profa. Solange Barros (LEEME-Univ. Mackenzie, SP, Brasil)
    • Transformação Digital na Educação Carioca
      Secretaria Municipal do Rio de Janeiro
  • 10:30 às 10:50: Coffee Break
  • 10:50 às 12:20: Mesa Redonda: Especialidades Médicas e o Uso das TICs
    • Efeitos Nocivos a Saúde pelo Uso Excessivo das TICs
      Dra. Susana Estefenon (Inst. do Jovem, Projeto Saúde da Geração Digital- RS, Brasil)
    • Tecnoestresse e o Cérebro em Desenvolvimento
      Dr. Eduardo Jorge (RJ, Brasil)
    • bbzzz, você está ouvindo?
      Dra.Teresa Quaglia (RJ, Brasil)
    • Alterações Posturais e Riscos Futuros
      Fisioterapeuta Denise Del Peloso (RJ, Brasil)
  • 12:20 às 14:00: Almoço
  • 14:00 às 15:30: Mesa Redonda: Segurança na Rede
    • Coordenadora: Erika Kobayashi
    • Uso Seguro das Novas Tecnologias
      Sr. Jorge Flores (PantallasAmigas, Espanha)
    • Programa Navegar com Segurança
      Dra. Anna Flora Werneck (Childhood Brasil)
    • Segurança na Net e a Cadeira de 4 Pernas
      Sr. Tito de Morais (MiudosSegurosna Net, Portugal)
  • 15:30 às 15:45: Coffee Break
  • 15:45 às 17:30: Mesa Redonda: Cyberdelitos e Cybercrimes
    • Desafios Geracionais na Promoção do Uso Ético da Internet
      Dr. Rodrigo Nejm (Safernet, BA, Brasil)
      Dra. Debora Nigri (OAB-RJ, Brasil)
    • Internet: somos vítimas ou infratores?
      Dra. Juliana Abrusio (Universidade Mackenzie, SP, Brasil)
  • 17:30 às 18:30: Mesa Redonda: Futuro e Perspectivas: Que fazer?
    • Habilidades para a vida
      Dra. Susana Estefenon (Inst. do Jovem, Projeto Saúde da Geração Digital- RS, Brasil)
      Dra. Evelyn Eisenstein (FCM-UERJ, CEIIAS, RJ, Brasil)

Britânico fingia ser adolescente bisexual para se aproximar de meninas na internet

webcam

Um enfermeiro britânico de 39 anos que fingia ser uma adolescente lésbica para se aproximar de meninas na Internet foi condenado a seis anos e oito meses de prisão e vai ser monitorado pelo resto da vida. Ele admitiu ter tido contato na rede social Bebo e depois por MSN com 49 meninas, com idades de 10 a 15 anos, entre 2007 e 2010.

Segundo a acusação manipulava as meninas para que elas se despissem ou fizessem atos sexuais para a câmera, enquanto ele gravava as imagens pelo computador.

“Àquelas que eram ou se tornavam relutantes, ele pedia que se exibissem mais, dizendo que se elas não o fizessem ele mandaria os vídeos que já tinha feito para amigos”, afirmou a promotora Alison Di Rollo.

Segundo as acusações feitas no tribunal, uma das vítimas ficou com tanto medo, que passou a ter tendências suicidas e seu cabelo começou a cair.

“Elas (crianças) podem se comunicar, às vezes por câmera, com estranhos, alguns dos quais escondem sua verdadeira identidade. O risco é que crianças vulneráveis possam acabar em uma posição na qual elas são forçadas a fazer coisas dolorosas e que geram sentimentos de culpa, vergonha, degradação e humilhação” disse a juíza no caso, Rita Rae.

Fonte: BBC BRASIL

Pais brasileiros muito preocupados pela privacidade e segurança de seus filhos nas redes sociais da Internet

telasamigas-ilustracao-menina-mae-riscos-computador-internet

Segundo o estudo Global Consumer Technology Use and Security Study da TrendMicro, mais da metade dos pais interrogados a nível mundial confessam estar preocupados “com frequência” pela privacidade de seus filhos nos sítios de redes sociais. Uma vez mais a tendência reforça-se no Brasil com respeito a outros países, já que a preocupação pela privacidade aumenta neste país a uma frequência de “constantemente”.

Entre os progenitores cujos filhos usam redes sociais, os do Brasil estão significativamente mais preocupados a respeito da privacidade de seus filhos nos sítios de redes sociais que os pais de qualquer outro país. O 83% dos pais brasileiros está preocupado “todo o tempo ou frequentemente”. Em contraste, por exemplo na França, só o 49% tem esse nível de preocupação. Nos EUA a cifra é de 56%.

Assim, quase o 60% dos progenitores no Brasil e a metade na França bloquearam o acesso de seus filhos aos sítios de redes sociais. Só o 23% dos progenitores na França e aproximadamente um terço dos do Brasil, Índia e os EUA acham que os controles de privacidade nos sítios de redes sociais são adequados para proteger a segurança de seus filhos em Internet.

Fonte: TRENDMICRO

Tambem lhe pode interessar:

Você tem vida privada de verdade nas redes sociais?
Captura da animação sobre a privacidade nas redes sociais

Pesquisa sobre a exposição das adolescentes brasileiras na Internet

capricho

Enquete realizada no site CAPRICHO.com.br comprova que as adolescentes brasileiras expõem suas vidas sem medo nas mídias digitais:

  • Mais de 78% das adolescentes tem amigos na Internet que não conhecem pessoalmente.
  • Quase 50% delas tem de 1 a 5 amigos virtuais.
  • Mais da metade das garotas encontrou ou tem vontade de encontrar alguém que conheceu online.
  • 25% delas já abriu a webcam para quem não conhecia pessoalmente.
  • 44,42% das adolescentes entrevistadas já se apaixonaram por alguém que conheceram na Internet e mais de 17% se iludiram também com esses amigos.
  • 20% delas já deram o número de telefone para esses amigos virtuais.
  • 61,75% adicionam qualquer pessoa no MSN ou Facebook mesmo sem conhecê-la.

Fonte: CAPRICHO.

Brasil: Crianças de 5 a 9 anos já acessam as redes sociais, até mesmo com ajuda de seus pais

743047_children_on_the_internet

As crianças de entre 5 e 9 anos também começaram a acessar redes sociais como Facebook e Orkut, com um terço dos entrevistados (29%) afirmando ter conta nestes locais.

“Mesmo que a criança não esteja alfabetizada, os pais criam um perfil para elas nessas redes sociais”, justificou Juliano Cappi, coordenador da pesquisas do Cetic.br (Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação).

Fonte: CGI-CETIC.

Burlar um cadastro para criar um perfil dum menor numa rede social pode ser um crime, explica advogado

cybercrime-624824_45008466-sxc-hu-by-ZoofyTheJi-w300

“A navegação na Internet, feita por menores não apresentaria nenhum impedimento legal, se ela se restringisse apenas aos sites abertos ao público de forma geral. No momento em que um menor de idade, ou um dos pais, burla um sistema de cadastro para realizar a criação de um perfil em uma rede social, sem saber acabam cometendo crime de Falsidade Ideológica, previsto no artigo 299 do Código Penal, com pena de reclusão que varia de um a três anos, além de multa, quando o documento é de origem particular, o que é o caso dos cadastros.

Apesar de ser infração, dificilmente o pai ou responsável será preso. O que vai acontecer, de fato, é o Judiciário, com base no Estatuto da Criança e do Adolescente, entrar com algum tipo de ação repreensiva ou penas alternativas aos pais, se for constatado o uso inadequado por menores à redes sociais”, explica o advogado Diogo da Rocha Lima. As penas substitutas aos responsáveis podem variar de trabalho voluntário até a compra de cestas básicas à instituições de caridade. Já os menores passarão a ter acompanhamento especializado de psicólogos e assistentes sociais.

Fonte: D24AM

Notícias relacionadas

Cyberbullying paga-se: Criadores de “rodeio das gordas” terão que pagar indenização

rodeio-de-gordas_02

As Promotorias de Justiça de Direitos Humanos de Araraquara e Assis, interior de São Paulo, assinaram um Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta (TAC) com dois rapazes que criaram em um site de relacionamento Orkut uma página intitulada “Rodeio das gordas”. A conduta dos participantes da brincadeira expôs inúmeras alunas, que foram vítimas por não possuírem um padrão estético considerado ideal por alguns universitários.

Fonte: BLOG DO MARCELO

Sexting: mais de 25 mil usuários assitiram na Twitcam a jogos sexuais de casal adolescente

toddy-sexo-e-restart-375x218

Por volta da meia noite de 24 de julho, um adolescente de 16 anos e sua namorada de 14, começaram a praticar a nova moda do Sexting na Twitcam – TV ao vivo do Twitter. Por alguns minutos, mais de 25 mil usuários do microblog puderam assistir à garota ser molestada de forma consensual.

Enquanto se anunciava que a polícia ia investigar o adolescente, ele criou outra conta no twitter com acréscimo de uma letra e abriu novamente sua twitcam. A garota respondia algumas perguntas da legião dos adolescentes que correram para a Twitcam da nova conta do adolescente, transformado em mito da noite para o dia. Na rede é assim, num clique se apaga uma conta e num outro se cria uma nova.

Fonte: GLOBAL VOICES